Precisamos falar sobre o Negan...


Por Marcel Camp

-"The Walking Dead" tem suas irregularidades. Assim como toda série. Umas mais, outras menos. Mas a narrativa do drama que conta a história de um grupo de sobreviventes num mundo apocalíptico que, de repente, se tornou infestado de zumbis, sempre deixou claro que os mortos-vivos aqui, nunca foram os principais problemas de Rick e de seus amigos... eles são apenas figurantes num cenário onde a maior adversidade são as pessoas que tentarão tirar proveito de uma sociedade inexistente. Os "Walking Dead" do título, sempre foram nada mais que "enfeites" para a VERDADEIRA FACE MALIGNA dos vivos!

Dito isso, chegamos a ninguém menos que Negan. Um sujeito horripilante, imponente, ainda que charmoso, mas sem qualquer alma piedosa e possuidor de um sarcasmo doentio que só perde para a sua violência desmedida. Sem sombra de dúvidas, o personagem entra fácil em qualquer Galeria dos Maiores Vilões da Ficção. E como todo marcante vilão, ele precisa ser impactante, chocar, seja nas frases ou na ação. E Negan tem os dois! Os produtores da série foram ainda mais corajosos em liberar a violência explícita (considerando que o canal AMC não é tão fechado assim), e mais do que apresentar a barbárie gráfica vinda de Negan, seus executivos deixaram com que a violência psicológica se aliasse a todo o caos provocado por ele; é quase insuportável ficarmos inertes aos deboches do vilão após seus atos insanos. Negan se torna o ser MAIS CRUEL da série até então.

E mesmo que as irregularidades possam vir a acontecer em futuros episódios (espero mesmo que não!), o fato é que depois desse show de Jeffrey Dean Morgan e de Andrew Lincoln... o episódio 7x01 não será esquecido jamais!


Anterior
Next Post »