Mistérios de Horrolândia 02 | Caça as Bruxas no Brasil





Durante muito tempo, a centenas de anos atrás, mas precisamente entre os séculos 15 e 18, a Igreja Católica instaurou os “Tribunais da Inquisição”, passando a cometer uma série de punições contra pessoas que eram suspeitas de praticar rituais esotéricos. Dando assim início a um prática que ficou conhecida como: "caça às bruxas".

O que pouca gente sabe é que queimar pessoas na fogueira sob a acusação de “bruxaria” também foi uma prática que ocorreu aqui no Brasil. 

Hoje, vamos falar sobre estas mulheres que fizeram parte de um capítulo tão horrendo da história da humanidade, em solo brasileiro.  Seja bem vindo ao Mistérios de Horrolândia.


 RECOMENDÁVEL OUVIR COM FONES DE OUVIDO



Duração: 19,41min | Tamanho do Arquivo: 13M | Download (Salvar link como...) 

Assinatura: Apple Podcasts |Google Podcast | RSS | Spotify 

APRESENTANDO: Bergs, do podcast Confábulas



No Brasil, as acusações se sustentaram em práticas que se baseavam em um misto de sabedoria popular, utilização de recursos naturais para o tratamento e cura de doenças, adoração de entidades estranhas à Igreja ou o simples fato de se discordar dela.


Não muito diferente dos dias atuais, naquela época, ao se deparar com o termo “bruxaria” o povo logo imaginava pessoas que manipulavam energias malignas e mantinham algum tipo de contato com demônios. Por isso, algumas mulheres acusadas de bruxaria conheceram a morte na fogueira da “Inquisição paulistana”.
Entre os registros mais famosos estão:



Mima Renard.  Mima foi a vítima mais conhecida no Brasil do período da Caça à Bruxas. Mima Renard era uma imigrante francesa, que mudou-se para o Brasil com seu marido, René. O casal foi morar na então vila de São Paulo.


Como um caso recente, ocorrido no bairro de Morrinhos, na cidade de Guarujá, em São Paulo. Em 2014, Fabiane Maria de Jesus foi acusada de sequestrar e executar crianças em rituais de magia negra. Moradores se revoltaram e espancaram Fabiane. Ela foi confundida com a foto de uma suposta sequestradora de crianças, divulgada em uma página da internet. O boato ganhou força e gerou pânico na comunidade de Morrinhos.


Reportagem da rede Record: Acusados de linchar mulher no Guarujá (SP) são condenados a 40 anos de prisão.



Casos relatados na internet:

Ficha Técnica:
APRESENTANDO: Bergs, do podcast Confábulas
ROTEIRO E EDIÇÃO: William de Souza



Seja nosso Padrinho. Ajude esse projeto.

GIGES - A Loja Nerd

Canecas e Almofadas Exclusivas do Will,WhoCast: http://bit.ly/2HKPms8
Use o cupom WILLWHO10 e ganhe 10% de desconto


CONFIRA AS CANECAS EXCLUSIVAS HORROLÂNDIA


Siga o Will,WhoCast nas Redes Sociais

Telegram  https://telegram.me/willwhocast

O Will,WhoCast faz parte do Esquadrão Podcasts, um grupo de podcasts unidos para melhorar a divulgação desta mídia. Siga também o Esquadrão Podcasts em:



Participe deixando seu comentário ou enviando um e-mail para willwho@email.com
Estaremos lendo seu comentário ou e-mail no próximo episódio. Não esqueça de deixar seu nome, idade e cidade.

Suas críticas, elogios ou sugestões são muito importantes.

William de Souza

Um apaixonado por cinema e podcast. Carioca, host e editor do willwhocast e do Horrolândia.